Tipos de Backup para empresas e a importância do Teste de Restore


Toda empresa precisa ter uma atenção especial com seus dados. Criar cópias de arquivos e banco de dados deve compor a rotina de segurança de empresas dos mais diversos portes.

Afinal, a não recuperação desses dados pode causar perdas irreparáveis para qualquer empresa.

Nesse contexto, gestores já estão habituados em buscar soluções em Backups para garantir a recuperação de registros e arquivos quando houver alguma falha, invasão ou acidente.

Com o avanço do acesso à internet fibra e a computação em nuvem, novas opções de backup surgiram. No universo corporativo, essas tecnologias permitiram backups de fácil implementação e com custos reduzidos de manutenção.

Confira os principais tipos e veja qual a solução mais adequada para o seu negócio.


Tipos de backup para empresas


Como mencionamos anteriormente, a principal função de um backup é realizar a cópia de dados para realizar a restauração quando necessário.

É importante destacar que o backup deve ser feito em uma unidade externa, de preferência fora do imóvel onde a empresa se encontra.

A principais alternativas no mercado hoje são:

  • HD externo;

  • Fitas magnéticas;

  • Servidores locais;

  • Backup em nuvem.

A seguir explicaremos mais sobre cada uma delas.


HD Externo


A vantagem desse tipo de backup é a portabilidade. Por se tratar de um equipamento menor, seu transporte é muito prático. Porém, peca na fragilidade, tornando-o mais suscetível a danos por queda, e extravios (já que é facilmente escondido em uma bolsa).


Fitas Magnéticas


A opção mais econômica e antiga do mercado é o armazenamento local através de fitas. Seu custo por GB são baixos e as razões são duas: a velocidade de transferência de dados é baixa e o acesso aos registros é feito sequencialmente, o que impede a restauração apenas de parte de um backup.


Servidores Locais


Utilizado em larga escala no mundo corporativo, o backup automatizado em servidores locais é mais comum em grandes empresas. Esse tipo de backup oferece mais segurança e privacidade (se comparado à nuvem) e permite grande escalabilidade, uma vez que suporta uma quantidade muito maior de arquivos e dados. Em contrapartida, os altos custos de implementação desses servidores podem impedir a aplicação em pequenas e médias empresas.


Backup em Nuvem


Nos últimos anos, o backup em nuvem vem sendo aplicado em larga escala por conta de seu baixo custo em relação ao que oferece em escalabilidade e segurança. Esse tipo de backup permite armazenamento criptografado e espaço indeterminado para aumentar o armazenamento. Basta uma conexão rápida e estável de internet para a empresa acessar o backup de qualquer lugar do mundo, o que facilita muito a criação de uma rotina de backups de segurança.


A importância de realizar o Teste de Restore


Após descrever os 4 principais tipos de backup, precisamos citar um fator muito importante que muitas empresas ainda não colocam na prática.

Fazer backup não é suficiente. É fundamental criar uma rotina de testes de restore e simulação de dados.

O motivo? É comum concluir o backup sem problemas mas aparecer uma série de imprevistos no momento de restaurar os dados.

Para prevenir este tipo de problema, o ideal é criar um planejamento de backup/restore seguindo as exigências de disponibilidade (quanto tempo o banco de dados precisa estar online), período máximo que a empresa suporta até a restauração do backup (em caso de falha) e se a empresa possui profissional interno ou serviço terceirizado para realizar essa tarefa.

Essas questões são importantes para manter o monitoramento de seus backups.

Por isso reforçamos a importância de realizar testes de restore: dessa forma sua empresa consegue detectar erros (leves e graves) e executar a operação com uma meta de falha zero.


Qual a melhor solução em Backup para empresas


Possuir uma cópia local do seu backup é a forma mais eficiente de efetuar um restore emergencial, ao passo que possuir um backup externo, como em nuvem por exemplo, é garantir a segurança plena de seus dados.

Dessa forma, sua empresa terá um sistema eficiente e ileso de acidentes ao mesmo tempo em que terá agilidade na recuperação em regime de urgência.

16 visualizações0 comentário